terça-feira, 27 de setembro de 2016

música e sociologia




fronteiras do pensamento e instituto cpfl: entrevista exclusiva com richard sennett

assista aqui





sociólogo e historiador norte-americano, professor da london school of economics, do mit e da new york university, richard sennett é mundialmente reconhecido como um dos maiores intelectuais em sociologia urbana. em uma entrevista exclusiva concedida a fernando schüler e mário mazzilli em nova york, uma parceria do fronteiras do pensamento com o instituto cpfl, richard sennett fala sobre o que levou da música para seu trabalho intelectual, a diferença entre ele e seu colega manuel castells, a ineficiência do dinheiro enquanto motivador do trabalho, cooperação e independência, o Estado de bem-estar social, a supervalorização do conhecimento intelectual e a crise no mercado de trabalho, capitalismo social e muitas outras questões que se apresentam no espaço urbano contemporâneo.
sennett, sociólogo e historiador norte-americano, professor da london school of economics, do mit e da new york university, é mundialmente reconhecido como um dos maiores intelectuais em sociologia urbana. sennett escreve sobre padrões familiares, trabalho e relações de classe nas cidades, bem-estar social e as ligações que tais temas têm com a arquitetura, design e planejamento urbano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário