domingo, 21 de setembro de 2014

Ranking de Museus

(indicação de Luna Lobão)

Pesquisa Internacional publicada na semana passada aponta 2 museus brasileiros entre os 25 melhores do mundo: o Instituto Ricardo Brennand, em Recife (PE), em 17° lugar, à frente do Louvre (19°), e Inhotim, em Brumadinho (MG), 23° da lista. 
O primeiro lugar geral coube ao Instituto de Artes de Chicago. (foto)
Existe, também, uma lista dos 10 melhores da América do Sul. Nesta, o Brasil entra com 6 instituições, sendo 3 de São Paulo: o Museu da Língua Portuguesa, a Pinacoteca do Estado e o Museu do Futebol. 

Para mim, o mais interessante é a origem da pesquisa. O levantamento não foi feito por alguma instituição cultural ou acadêmica, mas pelo site de viagens e turismo Trip Advisor, apontando uma ligação direta entre serviços culturais e turismo. Lembro-me que, já em 2008, Eduardo Nivón Bolán, da Universidade Autônoma Metropolitana do México, em seminário no Observatório Itaú Cultural, destacava a importância da relação turismo e museus para o México. Informou que as autoridades mexicanas faziam gestões junto às operadoras internacionais de turismo para que aumentassem em um dia a duração dos pacotes turísticos para o país. Esse dia extra, segundo ele, traria um incremento significativo para a renda do turismo interno, ao permitir a visita aos diversos museus mexicanos, inclusive o Museu Nacional de Antropologia, na Cidade do México, segundo colocado na lista geral. Veja nova foto abaixo. A foto postada anteriormente estava errada: não era do Museu de Antropologia, segundo Angela Azevedo e Ricardo Moretti, que estiveram no Museu. Obrigado aos dois pela correção.


Nenhum comentário:

Postar um comentário